Quais os tipos de sócios que se deve evitar?

Quais são os tipos de sócios que se deve evitar?

Iremos abordar um assunto delicado: os tipos de sócios que você deverá evitar e quais são as suas características marcantes. Essas dicas têm o objetivo de evitar alguns constrangimentos e tornar mais fácil a percepção sobre estes tipos de personagens que, ao invés de ajudarem, na verdade acabam atrapalhando – e muito – o desenvolvimento de um negócio.

Muitas vezes é melhor estar só do que mal acompanhado

Existem alguns sócios que, ao invés de agregarem alguma coisa para o negócio, funcionam como grandes âncoras e acabam inclusive afundando a sua iniciativa. Por este motivo, é importante saber como escolher um sócio, ou melhor dizendo, qual é o tipo de sócio que você não deverá escolher. Esse é um grande passo para garantir uma maior sobrevivência e um alinhamento no sentido de dar maior prosperidade aos negócios.

Que tipos de sócios devemos evitar?

O sócio oportunista é bastante caricato e deverá ser evitado. Ele é facilmente identificado, já que, em seu ímpeto de tirar vantagem, sequer pede muitas informações sobre o seu negócio. Além disto, como seu objetivo é obter um ganho rápido sem que para isso tenha que se comprometer, este sócio não se importará com a forma de sociedade que você irá propor ou com qual a participação que ele terá.

O que move este tipo de sócio é a oportunidade que ele verá no seu negócio. Na verdade, ele não se importa com você nem com o seu próprio negócio, o que ele não deixará escapar é a oportunidade de obter um rendimento rápido à custa de um trabalho que você já realizou.

Na verdade, este sócio não tem interesse em trabalhar duro, e principalmente, em encarar diversos desafios. Ele poderá ainda perceber que existem reais necessidade e, ao saber disso, irá abandoná-lo ou inventará muitas desculpas para não se dedicar a melhorar a empresa.

Outro sócio que deve ser evitado é o empresário experiente

O empresário experiente, devido ao seu suposto conhecimento profundo acerca do negócio, à sua inconsistência e seu posicionamento perigoso representa um verdadeiro risco para o seu negócio.

A administração do ego desse tipo de sócio é um grande desafio para o sucesso do negócio e pode se tornar um verdadeiro obstáculo. Esse desafio não agrega nada para sua empresa, por este motivo, é algo totalmente dispensável.

Este sócio é tão inoportuno quanto o marinheiro de primeira viagem, pois na verdade, pode não haver certezas sobre experiências de sucesso anteriores, ou mesmo fracassos, os quais ele nunca irá revelar.

Gostou? Compartilhe e deixe seu comentário! Seu feedback é muito importante! Fique atento para novas publicações diárias!

Assine nossa Newsletter!
Insira seu e-mail e ganhe, agora mesmo, um software exclusivo para gerir seu negócio. 100% GRÁTIS!

Deixe seu comentário

dez − quatro =